Apenas 7 deputados paranaenses votam contra reforma trabalhista que entra em vigor hoje

A maior parte da bancada paranaense na Câmara dos Deputados votou a favor do texto-base da reforma trabalhista proposta pelo governo Michel Temer na quarta-feira (26). Dos 30 parlamentares, 20 votaram pela aprovação, sete foram contrários, e três não votação. Agora o projeto segue para o Senado.

Ao todo, a Câmara registrou por 296 votos a favor e 177 contrários.

As alterações mexem em pontos como férias, jornada, remuneração e plano de carreira, além de implantar e regulamentar novas modalidades de trabalho, como o trabalho remoto (home office) e o trabalho por período (intermitente). Confira o que pode mudar com a reforma trabalhista.

VOTARAM A FAVOR

Alex Canziani (PTB)
Alfredo Kaefer (PSL)
Dilceu Sperafico (PP)
Edmar Arruda (PSD)
Evandro Roman (PSD)
Giacobo (PR)
João Arruda (PMDB)
Leandre (PV)
Luiz Carlos Hauly (PSDB)
Luiz Nishimori (PR)
Nelson Meurer (PP)
Nelson Padovani (PSDB)
Osmar Bertoldi (DEM)
Reinhold Stephanes (PSD)
Rocha Loures (PMDB)
Rubens Bueno (PPS)
Sandro Alex (PSD)
Sergio Souza (PMDB)
Takayama (PSC)
Toninho Wandscheer (PROS)

VOTARAM CONTRA

Aliel Machado (REDE)
Assis do Couto (PDT)
Christiane de Souza Yared (PR)
Delegado Francischini (SD)
Enio Verri (PT)
Leopoldo Meyer (PSB)
Luciano Ducci (PSB)

NÃO VOTARAM

Diego Garcia (PHS)
Hermes Parcianello (PMDB)
Zeca Dirceu (PT)