Deputados do Paraná aprovam nova gratificação para juízes e promotores

Ignorando a crise econômica do país e cedendo às pressões, a Assembleia Legislativa aprovou a criação e/ou aumento de gratificações pagas pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ) e pelo Ministério Público Estadual (MP). Pela proposta, magistrados, promotores e procuradores terão direito a até um terço a mais do salário por acúmulo de trabalho em diversas situações. O custo total aos cofres públicos será de quase R$ 8,9 milhões por ano.

Nereu Moura (MDB), o deputado estadual mais votado de Formosa do Oeste, não votou. Já o segundo deputado mais votado da cidade, Adelino Ribeiro (PSL), votou a favor da gratificação.

Veja aqui como cada deputado estadual votou