Requião lidera na corrida pelo Senado no Paraná

PODER360

O peemedebista lidera a corrida para as vagas do Paraná no Senado com 30,2% das intenções de voto. Requião é 1 dos 2 senadores do Estado que deixam a cadeira em 2018 e tem boas perspectivas para retomar o posto para mais 1 mandato de 8 anos. A 2ª cadeira que ficará vaga é a da petista Gleisi Hoffmann (PT).

Em 2º lugar, aparecem empatados na margem de erro o procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol (23%) e o atual governador do Estado, o tucano Beto Richa (19,7%).

Os dados são do Paraná Pesquisas. O levantamento foi realizado de 14 a 17 de dezembro com 1.520 eleitores do Estado. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais.

Apesar do bom desempenho na pesquisa, até o momento, o procurador não deu sinais concretos de que gostaria de deixar o Ministério Público para tentar uma vaga no Poder Legislativo. Já Richa cumpre seu 2º mandato como governador e não pode tentar a reeleição.

Gleisi Hoffmann aparece muito atrás na eventual tentativa de se reeleger senadora. Tem menos intenções de voto que os deputados federais Rubens Bueno (PPS) e Christiane Yared (PR), e que o ex-prefeito de Curitiba Gustavo Fruet (PDT). A petista sofre com a alta rejeição de seu partido no Estado e com as citações nas operações Lava Jato e Custo Brasil. Eis 1 dos cenários testados pelo Paraná Pesquisas: